sexta-feira, 20 de março de 2015

Up Up Girls Kakkokari release events

E eis que chegamos na grande semana do ano. Semana de lançamento do "Third Album Kakkokari" do Up Up. Como o grupo está com agenda lotada de shows (turnê do Team Makenki se encerrará semana que vem. três dias depois já começará a turnê nacional pelas 47 províncias do país. e ainda decidiram participar de três festivais, nos dias 24, 28 e 29), tiveram que dar uma 'enxugada' nos eventos de lançamento ao longo destes próximos dias. Desta vez, nada de eventos fora da cidade (posteriormente programaram um evento em Nagoya e outro em Osaka, mas já no mês que vem. e ainda sem muitos detalhes definidos. nem sei pra que se dar ao trabalho, já vai ter passado da primeira semana de lançamento mesmo). Foram confirmados eventos dos dias 16 a 20 e no dia 27 (portanto, só em dias úteis). E sem 2 shot chekis (como no single passado) ou algum outro atrativo (a princípio. comentarei melhor abaixo). Só os group akushukais mega-rápidos de sempre. u___u Levando em consideração que um álbum custa cerca de três vezes mais que um single... você tem em mãos a receita perfeita pra um fracasso de vendas (vale lembrar que o segundo álbum do grupo tinha alcançado o 28º lugar no ranking da Oricon). ^__^' Essa união de fatores (poucos eventos, pouco fanservice/estímulo para compra, wotas já apertados com os gastos de tantos ingressos... sem falar na concorrência, Idoling!!! também lançou cd) já fez com que o álbum ficasse de fora do top 30 nos três primeiros dias após o lançamento (conseguiu um 5º lugar na segunda-feira, na pré-venda. mas também, ninguém lança cd na segunda, concorreu com "ninguém"). Dificilmente vai conseguir fechar a semana numa posição pelo menos semelhante à do cd anterior. Uma pena. Nesses momentos penso que apesar do esforço das meninas, a produção parece 'jogar contra'. Elas não tem culpa, pelo contrário, fazem de tudo ao seu alcance. Vide a Sengoku mesmo com o pé machucado e impossibilitada de dançar, participando de todas as apresentações e viagens. Mas não adianta a agência querer nadar contra a corrente e achar que vai vender de qualquer jeito (a la AKB48). Sem uma gravadora major por trás, com limitado orçamento e divulgação, o Up Up depende de um nicho bem pequeno de mercado (wotas). E esse pessoal já está cansado da falta de fanservice (li muitas reclamações no 2ch) e da rigidez com a qual o grupo é gerido (você não pode dar presentes pessoalmente, as meninas não tem twitter...).

Principalmente porque TODOS os grupos de nível semelhante, inclusive os da mesma gravadora, oferecem muito mais fanservice e interação. Só citando os grupos dos quais eu gosto, basta olhar o que Afilia Saga, Passpo ou Lyrical School oferecem. Chega a ser covardia a comparação. Mas bem, de qualquer modo, se tem uma coisa que eu poderia fazer, era pelo menos ir aos eventos. Aliás TENHO que fazer isso, afinal é meu grupo número 1 né. O tempo ruim anda atrapalhando (culpa da Sengoku, aquela 'ameonna' =P ), mas mesmo assim resolvi comparecer aos quatro primeiros eventos (e só não fui no de hoje porque já tinha outro compromisso). O primeiro foi realizado na praça da fonte do Sunshine City em Ikebukuro. Um dos melhores espaços pra realização desse tipo de mini-live e atividades em toda a cidade. Local bem amplo, de ótima visibilidade e por ficar situado no vão central interno do shopping, não é afetado por intempéries climáticas. Não pode ficar tirando foto, mas gritos e pulos são liberados. Se bem que vi muita gente (curiosos, não wotas) tirando fotos nesse dia... Haviam bem poucos staffs vigiando. E também havia pouco público. Fiquei num lugar privilegiado do segundo andar e pude perceber que não deviam haver mais que umas 200 pessoas, contando todo aquele pessoal que está passeando pelo shopping e pára pra dar uma olhada (diante daquela barulheira toda). Mas mesmo assim foi bem divertido e agitado. Transformamos o shopping numa casa de shows. Sério. Certeza que teve gente apavorada ligando pra polícia. =D Como cheguei cedo, além de garantir um lugar bom (de onde pude avistar uns staffs folheando umas fotos promocionais do grupo. não as vi em lugar nenhum da net ainda, então serão usadas futuramente e eu sem querer querendo já vi em primeira mão =P ), pude ver o ensaio delas, cantando "Itadaki wo Mezase!". É sempre legal poder conferir esses momentos 'off' do grupo pra ver um dos principais encantos delas: a simplicidade e polidez que elas demonstram. Chegam às vezes ao palco ainda sem uniforme, cumprimentam a todos e principalmente ao público, agradecendo várias vezes. Discutem bastante sobre a coreografia, como vai rolar a apresentação... e fazem umas palhaçadas. Se divertem. Neste dia estavam todas nitidamente bem alegres.


Trajavam o uniforme sexy de "Beautiful Dreamer". Notei a presença de pouca mídia no local. Apesar disso, fizeram um anúncio num dos MCs (puxados por Ayano e Akari): estariam sendo lançados junto com o álbum cinco novos vídeo clipes, no canal do youtube. Três deles estariam disponíveis assim que o showzinho terminasse. São eles: "Kira Kira Mirai" (protagonizado por Manami, Azunyan e Akari. segundo o diretor Hiroki Sugiyama -não é o cara do Dragon Ash, é um homônimo- a inspiração foi em clipes americanos da década de 90. bom, eu assim que assisti me lembrei logo é de "GPP" do Passpo... é engraçadinho e tem as meninas brincando com umas pelúcias de formato fálico kkkkkkk), "Jumper!" (uma compilação de fotos e vídeos gravados ao longo dos últimos meses, durante viagens pelo país. criado pelo designer Kasico. legal que quase todos os lugares retratados no clipe já apareceram por aqui no blog. só faltou Hiroshima, que eu ainda pretendo apresentar aqui em breve) e "Niji iro Mosaic" (é uma das minhas músicas favoritas do grupo e agora o meu vídeo também. S2 um dos clipes mais apaixonantes já feitos na história da humanidade. parabéns ao criador Midori Kawano. outra compilação de fotos e vídeos, na maioria feitos por elas próprias. a edição é simplesmente sensacional. a imagem de cada uma delas nos seus respectivos versos, as pernas em movimento, elas cantando sem maquiagem, as imagens do céu em diversas cores, a linguinha da Moritii... e o melhor de tudo, close na boca da Azunyan quando ela fala "suki da yo". *___* estou morto feat. enterrado). Ao longo desses dias elas andaram comentando curiosidades sobre esses clipes nos MCs, como a Manami estourando um refrigerante e se lambuzando toda durante a gravação. Cantaram "Bijo no Yajuu", "Enjoy!! Enjo(y)!!", "Jumper!", "Runway" e "Itadaki wo Mezase!". Achei engraçado que tinha umas meninas do meu lado que começaram a imitar meu movimentos, mesmo os kechas pra Azunyan. ^__^ Só pra variar, ela não olhou nenhum momento em minha direção, só a Konatsu. Moritii comentou sobre a presença de estrangeiros no blog, na certa ela se referia a duas meninas loirinhas que eu avistei acompanhando do terceiro andar. A fila do akushukai estava bem comprida, até por isso os staffs estavam puxando o pessoal bem rapidamente.

Fiquei até o encerramento das atividades pra vê-las indo embora. Ah, destaque claro pra fonte. Que foi ligada e disparava altos jatos d'água em momentos oportunos. O segundo evento, ocorrido terça-feira, aconteceu no LaQua Garden Stage, o palco pra mini-lives próximo do Tokyo Dome e no meio de um pequeno parque de diversões (o barulho da montanha-russa atrapalhava o show). Um público semelhante ao do dia anterior se reuniu no amplo espaço aberto, apesar do frio e das chuvas (que por sorte pararam poucas horas antes). Ali haviam mais wotas e menos curiosos, bem pouca gente estava a passeio pelo local, apesar da iluminação ainda presente. Em relação à vez passada, não tinha mais o domo e assim a visibilidade estava melhor. Gritos e pulos permitidos, fomos à loucura. Elas trajavam o mesmo uniforme do dia anterior e fizeram um ensaio cantando "Kira Kira Mirai". Desta vez havia um número considerável de câmeras fazendo cobertura do showzinho. Sengoku sempre a primeira a entrar, até pra se explicar sobre a perna machucada. Apesar do vento frio e da coreografia prejudicada, mais uma vez estavam bem animadas. Nos MCs comentaram sobre tudo que andou rolando com o Up Up neste último ano e a Manami (assim como nos demais dias) ficou fazendo bastante propaganda da revista de mangá "Big Comic Spirits" lançada no dia anterior com um ensaio dela. Ela veio com uns papos de que se o pessoal der um feedback bom, existe a possibilidade de rolar novo ensaio, com todas as membros. Tirando a Moritii e a Konatsu, as demais participaram ativamente do MC, com a Akari dando uns berros estridentes. Parece que ela começou com essa história num show do Team Makenki recente. Desde então já está se tornando sua nova marca registrada, que nem o karatê (que eu não vejo ela demonstrar já a um bom tempo). Cantaram "Kira Kira Mirai", "Bijo no Yajuu", "Zenryoku! Pump Up!!", "Jumper!" e "Runway". Como novidade, anunciaram a terceira bateria de shows da turnê nacional, finalmente. Se estendendo pelos meses de julho e agosto, sempre em dias de semana, passarão por: Toyama-ken, Ishikawa-ken, Fukui-ken, Yamaguchi-ken, Saga-ken, Nagasaki-ken, Ibaraki-ken, Akita-ken, Morioka-ken, Wakayama-ken e Shiga-ken. Agora já são um total de 30 províncias com shows agendados. Pra ficar mais fácil de visualizar, criaram um belo site para a turnê. =O


A justificativa dada pela Ayano pro grupo fazer só apresentações em dias de semana durante o verão é de que elas querem participar de grandes festivais nessa época do ano (Rock in Japan, Summersonic, TIF...). Por isso estão deixando em aberto os sábados e domingos. Então tá né. Não sei se é a melhor tática, mas enfim. Desconfio que boa parcela desses lugares afastados terão dificuldade pra vender os ingressos. =/ Logo após o término da apresentação, rolou foto com o público. O penlight laranja em horizontal sou eu. =D Na verdade eu estava mordendo ele na boca, mas por causa da escuridão não dá pra ver a cena (tosca). Durante o akushukai eu mais uma vez fiquei só olhando. Mas não por muito tempo. .___. Um wota se aproximou e ofereceu-me um ticket pra ir lá também. Eu tentei recusar mas ele praticamente me forçou a participar. Pego de surpresa, por mais que eu já viesse a um bom tempo pensando em ir numa atividade do Up Up, não tinha a mínima idéia do que falar. O jeito foi improvisar. Com a Moritii e a Ayano eu apenas comentei que tinha sido divertido como de costume. Com a Sengoku, perguntei sobre o que havia acontecido com seu pé. Com a Akari, comentei que ela não aparecia faz tempo no "Senjou Kakkokari" e que eu já estava enjoado de ver sempre a Sengoku. =P A Konatsu era a seguinte na fila, ouviu e mandou eu assistir o programa daquela noite. Com a Manami não falei praticamente nada e com a minha Azunyan.... ah a Azunyan... S2 Ela me reconheceu, fez uma cara de espanto cobrindo a boca. Eu então fiz a pose do mangá Jojo's Bizarre Adventure que ela tinha feito à exaustão no programinha do Showroom. Ela riu e fez também. =D Pronto. Zerei minha vida. Foi um encontro tão rápido e tão singelo... mas o suficiente pra me deixar com um sorriso de orelha a orelha pelo resto da noite. Nada mais me lembro depois daquilo... e nem importa, a única coisa que importa daqui em diante é a Azunyan. Ponto final. S2 Há de se destacar a camaradagem do sujeito, mais uma amostra do como os wotas são de verdade. Bem diferentes desses 'monstros' que as pessoas por aí imaginam. Voltei rapidamente pra casa para poder conferir o "Senjou Kakkokari" ao vivo e... quase caí da cadeira quando vi que, por coincidência (ou não), naquele dia finalmente havia uma dupla diferente no ar. Konatsu e ela, Azunyan. S2 Morri pela segunda vez.

Porém esse episódio 44 não foi dos melhores. Konatsu foi bem ríspida com a Sekki, 'podando as asinhas' da coitada e deixando ela sem graça. =/ E depois ainda dizem que é com a Sengoku que ela não se dá bem... Elas comentam sobre os shows recentes, sobre os novos clipes e músicas. Pelo menos esse episódio serve pra mostrar que mapas não são o ponto forte da Sekki. Ensinarei com todo prazer. =D E o que dizer do urso Erick (?!). kkkkkkkkk Outro episódio upado no youtube é o 43, com a dupla Sengoku e Moritii. Fraco, já começa com a Sengoku reclamando do episódio anterior com a Azunyan. -___- Depois elas ficam associando as membros do grupo a personagens de ficção. Bom, voltando aos eventos de lançamento, anteontem foi dia de ir até a loja Tower Records de Akihabara (aquela que fica no sétimo andar da Yodobashi). Talvez até tivesse menos gente que nos eventos dos dias anteriores, porém como o espaço na loja é pequeno, a impressão era oposta. Estava bem abarrotado, com gente do lado de fora e tudo. Diferente de vezes passadas, não era permitido tirar foto. Nem pular. Pelo menos dessa vez colocaram um pequeno palco, pra gente poder enxergar algo. Se bem que eu estava bem próximo delas, por ter chegado cedo. E dessa vez, se não tivesse chegado bem antes, teria perdido o ensaio. Não sei porque rolou mais de meia hora antes da apresentação pra valer. Tão cedo que a própria Manami não havia chegado ainda. Ela só apareceu quando já estavam encerrando. Só a Sengoku não podia ser vista, uma vez que ela ficou ao lado, fora do palco. Nesse evento elas trajavam os vestidinhos 'camponeses' criados pela Sekki pra um 'teiki kouen' especial em fevereiro. Pra dar uma variada e ter algo 'diferente' a apresentar nesse dia. Durante a apresentação elas tiraram os chapéus. E agitaram bastante, pena que nós não pudéssemos acompanhar no mesmo ritmo por causa das regras do local. No ensaio cantaram "Kono Melody wo Kimi to". Havia a presença de poucas câmeras e alguns outros estrangeiros, curiosos de passagem pelo local. Nos MCs, puxados por Sekki e Ayano, de diferente teve apenas Moritii e Konatsu contando suas impressões sobre o álbum. A segunda comparou as músicas a filhos delas que elas botam no mundo e vêem crescer... acabou sendo chamada de "velha" pelas demais. =P Vale dizer que nesta apresentação notei algumas delas, em especial a Ayano, com semblante meio triste.




Provavelmente foram informadas das fracas vendas e estavam tentando disfarçar o incômodo e frustração. Não é culpa delas, mas imagino que elas devam se cobrar mesmo assim. Foi divertido, mas por essas e por outras, achei das quatro a apresentação mais fraca. Apesar da setlist. Cantaram "Niji iro Mosaic", "Kira Kira Mirai", "Itadaki wo Mezase!", "Zenryoku! Pump Up!!" e "Kono Melody wo Kimi to". Tanto Konatsu quanto Akari estavam de cabelo solto, algo pouco usual. Como eu já tinha gasto uma grana antes, resolvi comprar meu cd ali. Mas achei uma sacanagem que você tinha de escolher entre receber os tickets pro akushukai ou o cd extra (exclusivo das lojas Tower Records. na loja física, com um medley cantado por elas na última turnê. na loja online, com o vídeo do show de Nagoya dessa turnê non-stop de fim de ano). Inclusive achei engraçado na hora que comentavam sobre esses cds num dos MCs, a Azunyan ficou equilibrando eles no chapéu. =D Bom, eu masoquistamente optei pelos três tickets. Teria de ir e voltar falando (ou melhor, tentando falar algo) com todas elas. Desta vez eu até tinha algo em mente mas... foi um desastre. ^__^' Como eu odeio esses group akushukais! Se eu falava algo com uma, já ficava sem tempo pra falar mais que um "otsukaresama" com a seguinte... E eu ainda dei de tentar puxar papo com a Moritii (já que ela aparentemente gosta de estrangeiros), que estava antes da Azunyan na fila. Resultado: praticamente 'perdi' dois encontros com minha própria oshimen. Maldita Moritii. XD Tentando recaptular todas as minhas "conversas" com elas, com a Ayano eu não falei nada nesse dia. ^__^' Sério, não deu. Fico me sentindo péssimo, acho meio rude com a garota e tals, passar batido por ela... imagino que ela possa vir a me odiar por isso (felizmente não foi o caso. detalhes mais abaixo)... Mas são as circunstâncias. Paciência. Com a Akari só comentei de seu cabelo, que preferia ela assim com ele solto. Passei direto outras duas vezes. Com a Sengoku comentei sobre o figurino, que eu lembrava dele apesar de não ter ido naquele 'teiki kouen' especificamente. Com a Manami eu pedi pra elas fazerem um show só do UFZS, já que nunca fizeram ainda (só uma ou duas músicas participando em festivais de k-pop covers por aí). Ela só respondeu "yes". Em outra chance, aproveitei pra falar a ela uma frase que ela tinha usado num vídeo tempos atrás e eu desde então sonhava em lhe dizer: "Manami, konya yoku nerou yo!". Ela riu e repetiu. =D

Com a Konatsu, a última da fila, dava pra falar mais (por causa dessa posição). Comentei que tinha visto o programa e tinha achado engraçado, apesar do comportamento dela. Ela ficou sem entender. Na segunda chance, expliquei que ela tinha sido muito chata com a Sekki. Ela disse que a colega é meio maluquinha e só agindo assim mesmo. Na terceira, comentei que ela fez isso porque não se dá bem com a Sekki, isso sim. Ela disse que não é verdade, que são amigas. Eu retruquei que ela é amiga da Sengoku, não da Sekki. Ela riu meio sem graça. Porque sabe que é a verdade. =P Com a Moritii, não me lembro mais onde, mas tinha lido que ela frequentava Enoshima (outro lugar que vou apresentar em breve por aqui) nas horas vagas. Fui lá perguntar a respeito. Ela contou que costuma ir umas duas vezes por mês, quando possível. Suspeito que agora por exemplo ela não esteja podendo, com tantos shows e viagens. Comentei que já tinha ido uma vez pra lá. Com a Azunyan... bom, como eu disse, só pude aproveitar uma das chances. Pelo menos valeu pela vida noite toda. Eu comentei sobre o fato de que num dos shows do Team Makenki, ela foi escalada na sub-unit do "soko soko body" (algo do tipo 'corpinho mais ou menos'). Disse que aquilo estava errado, que ela na verdade possuía um "dai...". Ela já se empolgou e me cortou dizendo "isso! dinamite body!". Mas eu concluí "daifuku body". Ela rachou o bico. =D Posso fazer nada, foi ela mesma a uns meses atrás quem inventou a expressão. Vale dizer que nesse dia, pela manhã, ela esteve em Nagano-ken pra receber oficialmente o título de 'idol-modelo' da província num programa de rádio. Um prêmio pela conquista comentada recentemente e que terá duração de um ano a partir do mês que vem. Quer dizer, se alguém tinha motivos pra chegar atrasada era ela, não a Manami... mas enfim. Deste dia, voltei pra casa ainda com o single "Hana no Arch/Brand Boy" do Chu-Z. Lançado mês passado, eu ainda não tinha comprado e como sei lá quando vou rever o grupo... melhor garantir um cd (versão com a Miku na capa, claro) logo. Vale dizer que foi uma conquista e tanto pro grupinho, ao atingir o 5º lugar no ranking semanal da Oricon (algo que por exemplo mesmo o Passpo não consegue desde outubro de 2012). Achei um single bem interessante e de elevada qualidade técnica. Mas como as músicas não têm uma vibe 'idol', não sei se vão render bem ao vivo. Preferia algo com mais 'batidão'.

O outro cd, lançado esta semana, é o "Wake Up, Best!" do Wake Up, Girls!. Todas as músicas da série, incluindo OST. Gostei muito das imagens no encarte e veio com um clear file do WUG Zoo. Além de um papel pra concorrer a ingresso para um talk show e akushukai a ser realizado dia 25 do mês que vem. A grande notícia atualmente com relação à série é de que o segundo filme previsto para esse ano... serão na verdade dois filmes! Uma primeira parte prevista para setembro e outra para ser exibida em dezembro. Eu que achava que não haveria enredo suficiente nem pra um novo filme... farão dois. ^__^' Anunciaram também uma segunda turnê, entre julho e agosto, passando por Osaka, Fukuoka, Tokyo e Sendai. Pelo visto o WUG, mesmo não contando com a 'hype' dos concorrentes, ainda vai durar bastante. Do anime comprei ainda mais dois sets de trading cards, que vieram com um card premiado. Preciso juntar "apenas" mais sete pra receber um card autografado por uma das dubladoras. Moleza né. ^__^' Ali na loja da Animate tinha também uns molhos de curry com embalagem do jogo Kantai Collection... o que esses caras não inventam né?! Comprei um só pra experimentar. Recebi uma bolachinha safada pelas compras na loja. Bom, quanto ao álbum do Up Up, apesar das vendas, ele é muito bom. Claro que sou suspeito pra falar, afinal não consigo mais ser imparcial ao avaliar algo que involva a Azunyan. =P Mas a qualidade é indiscutível. As fotos delas ensopadas, as músicas novas todas bem divertidas... é o álbum mais eletrônico e 'pesado' do grupo até agora. Algo que talvez não agrade a alguns mas um caminho natural que já vinha se desenhando a um bom tempo, desde "Upper Rock" praticamente. Como as poucas músicas que variam de estilo ("Niji iro Mosaic", "Kira Kira Mirai") são muito boas, mesmo faltando mais variedade é um álbum viciante. E longo. Algo raro hoje em dia. Acho que não é melhor que o cd do Lyrical School, mas fica próximo. Se tivessem colocado a Azunyan e não a Ayano na foto de trás do cd, quem sabe. =P Inclusive, falando nelas, o álbum "Spot" fechou a semana em 24º no ranking de vendas. Um grande pulo em relação ao 42º lugar do álbum anterior. As meninas estiveram 'trabalhando' na loja do grupo em Shibuya durante esta semana, mas nas próximas elas estarão bem livres. O Lyrical tem poucos shows agendados (por enquanto) até o final de abril.


Voltando (outra vez) aos eventos de lançamento, ontem fui até a Tower Records de Kinshicho, no último andar do shopping Olinas. Outro local já visitado antes e que apesar de comportar ainda menos gente, acho bem melhor que a loja de Akihabara. Som e visibilidade ali são consideravelmente melhores. Deviam haver cerca de cem pessoas presentes, incluindo um gringo com camiseta da Ayano. Desconfio que conheço a figura de um fórum na internet... ele só viu o mini-live e foi embora, diferente de mim que fiquei até o final pra vê-las tirando fotos juntas. Foi um sarro. Ficavam expremendo a Moritii tanto que ela se cansou e foi pra ponta. Depois foi a Sekki beijando a Manami... Konatsu dançando... ali elas pareciam bem mais 'soltas' que no dia anterior. Notei o group akushukai um pouquinho menos corrido. Menos gente participou, afinal galera resolveu, claro, gastar os tickets no 'doki doki takarabako'. Esse foi o diferencial do dia. Não dá pra chamar bem de 'novidade' porque já fizeram isso antes com um single. No 2ch, com razão, pessoal ficou revoltado com o anúncio desta nova atividade algumas horas antes do evento. Pareceu bem uma medida de última hora, no desespero, da produção pra tentar melhorar as vendas. -___- Ao custo de dois tickets, você testava a sorte numa caixa. Haviam chekis comuns das membros, chekis autografados e vale-brindes. Os brindes seriam pôsteres autografados ou participar de um signkai (realizado ao final do akushukai) com as meninas autografando o cd. Quer dizer, nada também lá muito empolgante. =/ Por isso optei por não comprar outro cd. Só fiquei acompanhando e notei que naquele dia três pessoas ganharam o 'prêmio máximo' do signkai. Blah. Mais uma vez não podia pular ou tirar foto, mas a gritaria estava liberada. Foi uma apresentação bem intensa, com elas vestindo o uniforme colorido de meados do ano passado. A Sengoku usou ele recentemente, mas as demais... Ayano comentou que mal entrava nele mais, pelo fato de ter engordado. ^__^' Inclusive a Ayano foi quem notou minha presença, enquanto se preparavam pro akushukai, e sorriu pra mim. Inesperado. Ela comandou o MC e se irritou com a Konatsu que estava fazendo umas palhaçadas e caretas, provocando risos no público, enquanto ela falava. Fora isso, nada de diferente em relação aos eventos anteriores rolou.

O evento começou atrasado, com elas fazendo o ensaio (cantando "Kira Kira Mirai") no horário em que deveriam estar começando o showzinho. Sendo assim, o intervalo entre ensaio e apresentação foi mínimo, saíram e já voltaram logo em seguida. Cantaram "Jumper!", "Kari wa Kaesuze☆be your soul", "Kira Kira Mirai", "Zenryoku! Pump Up!!" e "Bijo no Yajuu". Apesar de ser uma loja pequena, é interessante que ali tem bastante parafernália relacionada a idols. E tudo autografado. Fotografei (abaixo) pôsteres do Lyrical School, Up Up e Perfume, além de uns cards (?) com todas as integrantes do Afilia Saga. Mas tinha bem mais coisa, de outros grupos. No evento desta sexta-feira não pude comparecer, mas fiquei sabendo que elas usaram de novo os vestidinhos 'camponeses' e cantaram uma música a mais (seis) que nos demais eventos. Também pudera, foi realizado em Shinjuku e diferente dos anteriores, tinha que comprar cd pra poder assistir a essa apresentação. A novidade do dia foi que cantaram pela primeira vez ao vivo "Up&Up!". Foi anunciado que no youtube liberaram outro dos clipes novos: "Bijo no Yajuu" com o trio Moritii, Ayano e Konatsu. Dirigido pelo publicitário Kensuke Shimada, achei que é o pior clipe do grupo até hoje. =/ Tipassim, não tem sentido nenhum, nada a ver com a música e o contraste entre pouca iluminação/imagens escuras e as roupas e paredes multi-coloridas, ficou bem... de gosto duvidoso. Não gostei do uso do CG aqui também. Agora só fica faltando o clipe de "Runway", com a Sengoku. Imagino que vão soltar após o evento da semana que vem. Talvez eu compareça nele (principalmente se prepararem algo diferente pras atividades). De qualquer maneira, neste meio tempo ainda verei o grupo novamente, então esperem por novidades sobre o Up Up em breve. Apesar de tudo, vida longa ao grupo! E Azunyan > all. =P

2 comentários:

wattstax disse...

Interesting read. It is strange about the release events, especially as you said, that many complaints are already made on forums and the like. But other well known examples exist with Babyraids or GEM. Though even them let you have at least longer talking time with each girl.
The gift thing is pretty common in many groups though. I am at wonder, PASSPO hasn't forbidden this already.

When touring in remote areas on weekdays they should rent small places that will sell out easily. At least they have a good audience then and more fun for everyone.

Tsu Yamato disse...

the problem here is that unlike the two groups you mentioned (and pretty much every other example one can think about), Up Up is not signed with a major label. they are still an indie and per definition, underground group.

an underground group that doesn't favors fanservice is simply mind-boggling. I compare Up Up with Athletic Bilbao in the sense of someone who handicaps itself just for the sake of a 'cause'. the 'cause' in Up Up's case would be the Upfront Agency desire to keep them 'precious' like some other H!P groups do. one can easily argue that this approach nowadays is a failure, seing AKB's success and Morning Musume irrelevance. but they insist on it. oh well...

regarding the places, they do are trying to rent small venues for most of the dates. but since there aren't so many options to begin with, in most of the medium/small cities to be visited, they are left renting one the biggest venues in each town. which would easy to sell out in Tokyo area, but on the countryside...