terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

@Jam the Field vol.7 (e mais)

Bom, antes de falar de outros shows e eventos desses últimos tempos em que o blog ficou abandonado, vou falar logo do festival idol do título, ocorrido dia 1 deste mês. Esse foi um dia e tanto, onde pude reencontrar com meus grupos favoritos depois de bastante tempo (no caso de um deles, após cerca de cinco meses, caso não me falha a memória). Não é todo dia que se pode ver todos os quatro grupos que mais tenho acompanhado ultimamente juntos, num único evento. Realizado no Tsutaya O-East (capacidade de 1300 pessoas) em Shibuya, apesar de contar com 'nomes de peso' e ser realizado num domingo, não contou com casa lotada. Haviam muitos espaços na pista, principalmente nas laterais, graças imagino eu às grades posicionadas no meio dela, que dificultavam o acesso a esses pontos. Aproveitei pra ficar o festival todo na ponta esquerda da pista, perto do palco mas com bastante espaço. =) Ainda durante a manhã começariam as atividades dos grupinhos e venda de produtos. Como após o término, de noite, haveriam atividades novamente, não me preocupei em acordar cedo. =P Aliás, tentei chegar em cima da hora pra evitar de assistir o opening act, com o Idol Renaissance. Mas não adiantou, o show começou atrasado e eu tive o desprazer de vê-las. u___u Antes de começarem as atrações principais, todos os grupos foram chamados ao palco pra dar uma saudação inicial e falarem algumas palavrinhas. Nada de especial. Então vieram o Lovely Doll (nada contra, acho até razoável. só achei de gosto duvidoso o single mais recente entitulado "Bargain Girl". título, capas, música, roupas... tudo! .___. em abril uma das líderes, Yukirin, deixará o grupo) e o Yurumerumo! (apesar de ser um grupo bem diferente, não curto. aquela tal de Ano com seu jeito desinteressado me incomoda MUITO. hoje em dia com seis membros, lançarão mês que vem um single novo com composição do Hayashi do Polysics. impressionante). A espera valeu a pena e o grupo seguinte foi o Lyrical School. Dos meus favoritos, o que eu não via a mais tempo. Usando o uniforme branco a la jogadoras de baseball, cantaram "Photograph", "Put Your Hands Up!", "Oide yo", "Parade", "Maybe Love", "Fresh!!!" e "Pride". Foi bem divertido, apesar da apatia de boa parte do público.

Elas andaram com agenda cheia mês passado, muitos showzinhos e eventos. Porém tenho tido poucas chances de vê-las. Por exemplo, não pude ver o one-man no Liquidroom em novembro passado... o que me fez considerar seriamente em comprar o primeiro dvd delas, contendo esse show, lançado no último dia 27. Não o fiz ainda, porém. ^__^' Já anunciaram que no dia 10 de março lançarão, finalmente, um novo álbum. Yay! Aguardo ansiosamente afinal o anterior, "Date Course", é muito bom e os singles lançados neste período, idem. Estão enrolando pra anunciar o título e capas, mas tudo bem. Ainda neste mês elas farão um show junto com o Bellring Shojo Heart (que eu logicamente NÃO verei) e outro com o Up Up (que eu logicamente farei de tudo pra ver). Legal que pra promover este show fizeram um videozinho com os dois grupos, prometendo umas colaborações entre elas... e a Sekki tem falado bastante, ansiosa, a respeito desse show no blog. Ha! Tenho de me gabar que a Yumi e a Ayaka andaram favoritando um tweet meu, a respeito do festival. Tô podendo, melbeim. =3 Bom, na sequência vieram os dois grupos que aparentemente tinham mais fãs presentes no @Jam. O primeiro eu até entendo, afinal elas são lá de Fukuoka-ken (logo, creio que não devam fazer lá tantas apresentações por esses lados) e uma das meninas, tal de Ayano, estava graduando neste dia. Era seu último show como membro do GALETTe*. Por isso, na entrada, haviam uns wotas entregando penlights pra serem usados durante o show do grupo, na cor dela. Não curto elas mas colaborei com a homenagem. O outro foi o GEM, mais um no qual não sou muito chegado. Fala sério, se nem o Shaun gosta mais do grupo, não vou ser eu que ficarei tentando achar qualidades naquilo. =P Aliás, ele também diz não gostar mais do Passpo... traidor! Burn in hell!!! *cof cof* Pra não dizer que foi de todo ruim, elas cantaram "Do You Believe?", que é mara. Talvez eu até comprasse o álbum delas, caso elas tivessem um, só por causa dessa música... abafa o caso. O fato é que o ápice, digo, o socairo da noite (primeira vez que uso esta palavra na vida. sério) ainda estava por vir. E atenderia pelo nome de Nichohalo. Eu vi pela primeira vez essa aberração e gostaria de apagar da memória o mais rápido possível. Um grupo idol gay. Isso mesmo. .___. Jean 'ex-BBB e deputado comunista' Wyllys ficaria orgulhoso.


Nada contra os gays, muito pelo contrário. Atóóóron eles. [medo de ser enquadrado na lei anti-homofobia detected] Mas assim... pra que isso? São quatro bichinhas bem caricatas que ficam tirando sarro de si próprias e cantam covers do BiS. Até aí, tudo bem mas acho que cada macaco no seu galho né. Deviam participar de festivais com boybands, até porque devem ser mais 'machos' que muito integrante de Kanjani8 por aí. =P Ali, fazendo piadas 'sujas' ao lado de grupinhos de meninas menores de idade, é tão... estranho, no mínimo. O pessoal presente (eu incluso) pagou pra ver coxas outras coisas, não aquilo. Um deles até comentou que tinham trancado a porta de saída do O-East pra ninguém fugir durante sua apresentação. E depois disseram que estão procurando um grupo pra fazer parceria num one-man... ninguém quiz aceitar. As meninas do Up Up foram enfáticas no 'não!'. Ufa! De brincadeira, a menina que estava graduando no GALETTe* foi aceita como nova membro. .___. Em seguida, em outro show mais curtinho e com MC longo (pra encher linguiça), outro grupo que eu via pela primeira vez: Callme. A bem da verdade, esse eu nem teria como ter visto anteriormente, uma vez que foi o primeiro show delas. O trio é uma sub-unit do Dorothy Little Happy, contando com as três mais jovens daquele grupo. Já estão com single de estréia marcado pro mês que vem. Elas disseram que o grupo é inteiramente produzido por elas próprias, músicas, figurino, coreografia... Me lembrou o Vanilla Beans. O que não é exatamente algo bom, mas enfim. Disseram que a idéia é conseguir evoluir e experimentar ritmos novos que no DLH elas não podem. Então tá. Depois, aí sim, hora de voltar a me animar com meu grupo favorito, Up Up Girls Kakkokari. Elas estavam usando o uniforme sexy do último single. Cantaram "Zenryoku! Pump Up!", "Niji iro Mosaic", "Beautiful Dreamer", "Kira Kira Mirai", "Upper Rock" e "Uppercut!". Curto, mas um repertório bem divertido. A faixa nova mais rock não tem uma coreografia muito elaborada, é bem... sem graça. =/ Achei estranho que nesse dia a quantidade de wotas do grupo era bem pequena, comparada aos demais. Mesmo sem muitos shows, os caras estão todos duros, será? O fato é que minha Azunyan me ignorou solenemente, enquanto a Moritii, quem diria, mandou tchauzinho pra mim. =3

Duas vezes, inclusive! Creio que pelo fato de eu estar agitando bastante (um dos poucos), chamei a atenção dela e aí mesmo empunhando um penlight laranja, ela veio na minha frente e acenou durante a apresentação e novamente na saída do palco após o cumprimento final (onde todos os grupos voltaram mais uma vez pro palco, no final da noite). Nessa ocasião ela até se contorceu toda pra ver por trás da caixa de som e acenar só pra mim. Ai que fófis! Detalhe: eu estava usando camiseta do Hime Kyun. ^__^' Por essas e por outras, um velho fã do Up Up depois até puxou papo comigo, curioso ao ver um estrangeiro ali. Comentei que apesar da roupa, era fã do Up Up também e tals. Ele se disse ser fã da Ayano. Com tudo isso, fiquei seriamente tentado a participar do group akushukai delas após os shows. Mesmo sabendo que seria aquela porcaria... Mas aí, vou na banca de goods e as trading photos que eu pretendia comprar estavam esgotadas. u___u Quer dizer, nem quando eu finalmente crio coragem de ir lá, eu posso falar com elas... Que zica. Aliás, elas estão vendendo blusas do grupo, nas cores das membros... Interessante, mas porra, eu quando pedi ano passado pra fazerem isso, queria blusas iguais às que elas usam em "Beautiful Dreamer", não um modelo mais simples, genérico. =/ No MC, puxado pela Ayano, ela comentou que (assim como eu desconfiava) elas andam atarefadas se preparando para a turnê nacional e gravando "várias músicas" que serão apresentadas em breve. As especulações não duraram muito tempo, pois no último sábado, durante outra apresentação, foi anunciado que dia 17 de março será lançado o terceiro álbum do grupo! Yay! Com o super criativo título "Third Album Kakkokari", ele será vendido em duas versões, CD e CD+DVD, contendo o show de Nagoya do final do ano passado. Serão 15 faixas, sendo quatro novas. Além de "Kira Kira Mirai", terá "Up & Up", "Bijo no Yajuu" (nome curioso. o clássico da Disney "a bela e a fera" em japonês é conhecido por "bijo TO yajuu") e "Runway". Bom, pelo menos olhando pras capas já divulgadas... me gusta! =D Disseram que este álbum marca uma nova fase mais 'madura' do grupo. Dá pra se notar. Azunyan molhadinha = eu ovulando horrores. S2


Apesar de estarem com o uniforme já conhecido nessas capas, a Ayano comentou que terão roupa nova pra turnê também. Vamos aguardar. Neste festival haviam camisetas especiais de cada um dos grupos participantes e eu bem que queria uma do Up Up (Moritii está vestindo na foto lá em cima)... mas só pra variar, estava esgotado no meu tamanho. u___u Bom, outra notícia relacionada ao grupo (ou melhor, às cinco mais velhas) que andou pintando esses dias é de que o time de futsal do H!P, o Gatas Brilhantes H.P., irá acabar. Curiosamente, elas ainda faziam parte do moribundo projeto, participando de torneios de vez em nunca, mesmo tendo saído do H!P. Dia 7 do mês que vem terão um evento de despedida do time, em Yokohama. E no dia 15 disputarão o último torneio pra valer. Se der certo, posso até ir em algum deles, só por curiosidade jornalística mesmo. =D No blog, Azunyan comentou que andou fazendo um ensaio solo de fotos pra revista "B.L.T.", à venda em breve. =3 E ela pelo visto anda totalmente viciada no joguinho do "Love Live!", pedindo dicas no blog e tudo. tsc tsc Enquanto isso, Moritii foi passear com a amiga Akane, ex-Asfi. (ela tinha lançado o segundo grabia dvd entitulado "Full Body -Glamurous Mio-" em novembro e já está pra lançar mais um, dia 27, "Amore Mio". ao que parece, ainda mais erótico que os anteriores...) Ah! Outra coisa a comentar sobre o Up Up é que... aconteceu. O grupo (e também o The Possible) foi eliminado no programa "Idol Otakarakuji"! o___o Como? Bom, eu havia comentado por aqui que seria difícil tirarem elas de lá, a não ser que dois grupos tão ou mais famosinhos entrassem na disputa. Pois bem, eu não contava com a astúcia cara-de-pau dos produtores. u___u Dia 31 não teve exibição, mas dia 7 voltou e adicionaram os ilustres desconhecidos Hakoiri Musume e Rinne Yoshida na disputa, contra Up Up, The Possible e Tsuribit. Eis que num passe de mágica, os dois grupos mais famosos foram os menos votados. Sendo que no programa anterior (eles SEMPRE gravam dois episódios de uma só vez. e era claro que este novo episódio tinha sido gravado junto do anterior pela ausência da Sekki) eles tinham sido os mais votados, com sobras. Quer dizer, roubaram descaradamente, pra eliminar os grupos que estavam a muito tempo ali e promover uma 'rotatividade' na atração. TNC!

Programinha maldito de quinta categoria! Nem pretendo acompanhar mais, mesmo com a participação do Afilia Saga já agendada para as próximas semanas. Hunf! Aliás, o Up Up vai participar do festival promovido pelo programa dia 12 do mês que vem né. Pois eu acho que deveriam não ir mais, depois dessa palhaçada. ò___ó Enfim, retomando o festival, depois se apresentou o Baby Raids (que não sei por qual motivo mudou de nome pra Baby Raids Japan. assim como o Victory virou Ganbare! Victory e o S/mileage virou Angerme. mas não estou nem aí, vou continuar chamando todos pelos nomes antigos mesmo. sou rebelde =P ). Não sou muito chegado, apesar do som mais rock, então aproveitei para descansar afinal depois a parada ficaria loka. Só me deu um pouco de tristeza ao ver que o público estava mais agitado durante o show delas do que no do Up Up. =/ Na sequência veio o Passpo, que eu não via ao vivo desde o show do dia 1 de janeiro. Foi portanto minha primeira experiência com o grupo sem a Macocchan, com oito integrantes. Sendo bem sincero... não fez falta alguma. =P Tudo bem que o grupo também parecia ter poucos fãs presentes, mas foi razoavelmente agitado. Usavam o uniforme de sarampo e cantaram "Break Out!!", "Wing", "Fake", "Perfect Sky", "Himawari" e "I". Uma setlist bem rock, portanto. Não notei a Nachu com nenhuma parte a mais nessas músicas (substituindo a Macocchan). =/ Como a Annya havia feito aniversário no dia anterior (20 anos. já pode encher a cara com a Nachu e a Morishi), os wotas estavam distribuindo penlights violetas. Ela ficou emocionada, mas notei que algumas outras membros pareciam estranhas... que nem a Ano, desinteressadas... acho que foi pelo cansaço, a agenda corrida fez com que elas tivessem de cancelar as atividades pela manhã. No MC, nada de relevante. Estou achando curioso que nas últimas semanas as meninas andam escrevendo mensagens direto, seja no mail listing do fã clube, seja no aplicativo Line (que até então estava abandonado). Principalmente pra comentar da turnê iminente. Efeito Macocchan, será? (medo de perder fãs) Como eu não consegui ir nas atividades do Up Up, decidi participar com o Passpo. Não havia nada interessante pra comprar, então só peguei um set de trading photos da Nachu e com um ticket, fui falar com a MioMio.


Eu não tinha rigorosamente nada pra falar com ninguém. Mas ali na hora me veio uma idéia, inspirado num episódio do "Muriyari". Fazia muuuuuuito tempo que eu não falava com ela também. Pessoal ficou todo mundo me olhando com uma cara meio estranha, pela minha camiseta do Hime Kyun .___. mas tudo bem. Ou melhor, nada bem. Acho que a MioMio também não gostou muito, porque o encontro foi bem meia-boca. =/ Foi por isso ou pelo cansaço já citado antes. Só sei que eu falei pra ela a respeito das capas dos cds do Passpo, que são sempre a mesma coisa: foto do grupo todo. Uma verdade. Propus a ela fazer um desenho das colegas e usar isso ao invés de uma foto, seria original e divertido. Ela concordou, sem muito entusiasmo. Disse pra ela conversar a respeito com o manager e por favor, pegar leve no desenho da Nachu porque né, apesar de tudo ainda é minha oshimen. Ela ficou com um sorrizinho amarelo. Meh. Acho que deveria ter ido com a Sacotii Nachu mesmo, até porque não tinha ninguém lá querendo falar com ela. ^__^' Sério. Ninguém. Depois de um tempo, a contragosto e só pra não ficar tão chato, dois carinhas foram lá falar com ela. Desculpa, Nachu. Achei que pelo menos o cabeludo fosse te encontrar, mas ele pelo visto não estava presente... Bom, encerrando o festival, quem diria, veio o Hime Kyun Fruit Can. O bom senso manda sempre escalar a atração principal pro final, mas por algum motivo obscuro os organizadores meteram o Hime Kyun pra fechar a noite. Sorte que haveriam mais atividades e vendas após os shows, senão com certeza a pista teria ficado BEM vazia. ^__^' Tadinhas. Mas é a verdade. Eu mesmo me dirigi pro centro da pista, pro meio da muvuca, honrando a camisa que vestia mas... não teve muvuca. Público estava bem morno. Mesmo os malditos wotas do grupo, que repito sempre, são desanimados e quietos demais! Tá loko, que vergonha de fazer parte de uma fanbase assim. =/ Elas estavam nos tradicionais uniformes branco e preto e cantaram "Dengeki Frustration", "Tobikau Fool", "Andante", "Revenge -tora no maki-", "Sore Joudan! Kore Honki!!", "Crime Crown" e "Killer Tune". Setlist fortemente carregada em músicas do último álbum portanto, algo legal. Elas não fazem apresentação pessoal então é tudo bem vapt-vupt. Na hora que começava a esquentar, acabou.

Eu bem que queria ir nas atividades delas após o show, mas o sistema delas é diferente (fico sempre perdido) e não havia venda de produtos mais (aparentemente). Tinha que ter comprado mais cedo e garantido os tickets. =( Lá se foi minha chance... Diferente do Passpo que anda sem novidades em relação a lançamentos, o Hime Kyun já tem single novo sendo lançado amanhã! Entitulado "Koi no BRKN", ele me lembrou MUITO "Step & Go" do Passpo. Não só pelos uniformes amarelos, mas pela letra bobinha e música pegajosa, mais 'alegre' que de costume. A rigor estão vendendo o cd como sendo do "Barikyun!!", que viria a ser uma parceria do Hime Kyun com o yuru chara Bary-san, mascote da cidade de Imabari em Ehime-ken, terra natal do grupo. Yuffie aprova. O clipe presta uma homenagem ao Super Mario, bem engraçado. Só é uma pena que esse single não teve muita divulgação e pelo fato de elas estarem em meio à turnê nacional, não terá quase nenhum evento de lançamento. As vendas consequentemente serão baixas. De qualquer modo, eu já garanti meu ingresso pra vê-las nessa turnê quando passarem por Saitama-ken. Essa e a turnê do Up Up são as únicas que eu estou aguardando com ansiedade, pra ser sincero. (e confessando isso, me sinto meio traidor do Passpo também. ugh!) Bem, mudando de assunto (nem tanto), no sábado passado dia 8, fui dar rolê com uns amigos. Minha intenção era ver um evento de lançamento do Chu-Z em Odaiba (enquanto eles iam ao daiakushukai do Nogizaka46), referente ao single "Hana no Arch/Brand Boy", outro que estará sendo lançado amanhã. Graças aos atrasos do entregador de correio e dos trens, não consegui assistir. u___u Bom, deu pra ver um pedaço da segunda apresentação e ouvir elas cantarem minha música favorita, "Love Parade", pelo menos. Tinha até high touch gratuito para a meia dúzia de wotas presentes (sério, tinha bem pouca gente lá) e eu participei, claro. Parabenizei a Miku pelo seu novo corte de cabelo, curtinho, apesar de preferir ela com cabelo longo. Mas tudo bem, ainda devo comparecer em outro evento e aí comentarei mais sobre o Chu-Z e suas novidades. Dali andamos por Odaiba, onde eu tirei as fotos acima. São da loja Tower Records no shopping Divercity.

Colocaram bem no vidro dando para o lado de fora da loja um cartaz do Passpo, assinado. E mais uns chekis com todas as oito membros atuais. Haviam ainda chekis de vários outros grupos, como Lyrical School, Chu-Z e Up Up. Achei bem interessante. A loja é minúscula, mas a coleção de fotos de idols é invejável. Depois ainda passamos por Harajuku e Shimokitazawa. Nesse último bairro, fizemos uma caçada importante: achar o restaurante onde a Macocchan e a Sacotii haviam comido num episódio do "Muriyari". =D A gente tinha de comer algo, então nada melhor que comer um rango ardido feito o inferno saboroso indicado pelas nossas queridas idols. Wota is serious business. ;) Não foi tão difícil achar o local, "Magic Spice", até porque como se pode ver abaixo, a casa é grande e bem... chamativa. Com certeza é o local mais extravagante no qual eu já comi, com música de yoga ao fundo, decoração meio indiana/safari/retrô/cult/indie/satânica/whatever e... tinha uma Miku Hatsune na mesa. wtf! kkkkkkkk Garçom acende uma vela na sua mesa e tudo. Meus amigos pediram outros pratos, mas eu não tive dúvidas. Se a Sacotii consegue comer o tal de "Aquarius", eu também consigo. Foi foda de pedir porque ele não aparecia no menu. É tão picante que ninguém se atreve a pedir, então só havia um aviso colado na parede falando sobre o prato. Dá medo, sério. Garçom até me trouxe um papel com instruções pro caso de passar mal e tals. =O E depois os garçons ficavam rondando a mesa, acho que pra verificar se eu estava inteiro ainda ou já tinha caído estrebuchando no chão. XD Mas sabe... até que não achei TUDO isso. Talvez porque eu tenha pedido uma porção com carne e queijo (além do arroz, claro), aí o sabor tenha dado uma 'diluída'. Mas não achei algo incomível de picante. Não me arrisquei a tomar até a última gota após a porção de arroz acabar, porém. Sou louco mas nem tanto né. ;) Na saída o cara do caixa, simpático, até puxou assunto a respeito. Eu comentei que pedi o temido prato por ter visto num programa e ele riu. Não é cara a comida lá, acho que devo voltar mais vezes. Pedindo pratos menos picantes, claro. Bom, o fato é que eu já comi no restaurante que a Morishi come e agora no que a Sacotii foi. Estou ansioso pra conhecer minha próxima parada da 'tour gastronômica by Passpo'. =D


Na foto acima, além do aviso recebido no restaurante, tem as trading photos da Nachu e um flyer do show do Up Up com o Lyrical. E o meu iPod Touch 5, de 64 GB (com capa resistente de proteção) que comprei nesse fim de ano. Fui obrigado a comprá-lo porque meu iPod Classic estava gasto demais já, a bateria durava pouco mais de uma hora só. A compra dele é um dos motivos por eu estar menos ativo nessa vida de wota ultimamente, sacumé... pesou no bolso. ^__^' Antes de encerrar o post, deixa eu comentar sobre uma notícia que andou saindo a respeito do Kamen Joshi (o super grupo com membros de vários grupinhos da Alice Project). Bom, aqueles que acompanham a bastante tempo esse blog, sabem que eu tinha um certo apreço pelo Alice Juban. Eu QUASE me tornei wota do grupo. Não tivesse aparecido um BiS em minha vida e a história seria outra. Mas mesmo deixando de seguir de perto o grupo (e os outros quinhentos grupinhos inventados pela mesma agência), continuei gostando. Mas aos poucos certas notícias que eu ia lendo (expulsões, suicídio, vídeos fakes inventados só pra virar notícia, vida precária de certas membros...) e comentários na internet (sobre bastidores e mal comportamento dos wotas), bem como a demora pra lançar músicas novas e a exploração abusiva das meninas em trajes sumários, foram fazendo eu gostar menos e menos. No que eu praticamente esqueci do grupo, em contra-partida, ele foi ficando mais e mais famoso (ou infame, se preferir). Chegando ao ponto de vender mais de 130 mil cds (nível Momokuro de vendas), abrir uma 'segunda sede' em Ueno e planejar pro final do ano um show one-man na Saitama Super Arena. o___o Impressionante. Os grupos deixaram de ser tão toscos e passaram a ser mais bem produzidos. Mas o pessoal no comando continuou o mesmo. E são caras bem sacanas, chegados em apelação pra 'causar' e lucrar. Como as meninas se submetem e algumas parecem até gostar da situação... já viu. A mais recente notícia nesse sentido é de um photobook à venda dia 20 desse mês. Com a presença de Anna Tachibana (Alice Juban), Erina Kamiya (Steam Girls) e Jun Amaki (Armor Girls. uma das mais peitudas -e feias- idols que se tem notícia).

O texto é bem direto, promete fotos de semi-nudez com muito peito e bunda. A capa fala por si só. Pros compradores premiados, bikinis autografados e showzinho particular. Melhor nem pensar muito em que tipo de 'showzinho'. Quer dizer... aí não né. Pra tudo tem limite nessa vida e os caras estão transformando a coisa em, num bom português, putaria. Na época do infame photobook da Kasai, que acabou sendo cancelado e tudo mais, achei que já tinha visto o fundo do poço da apelação (em termos de modus operandi no mundinho idol). Mas não, o Alice Project me mostrou que o buraco é mais em baixo. Perdi todo o pouco respeito que eu ainda tinha por aquela agência e... não pretendo mais falar delas por aqui. Gentchi baixãn. Hunf!

2 comentários:

wattstax disse...

Basically agree with your thoughts on Alice Juuban and the situation around them. Could this be the reason for Maari, Amu and Tomoe graduating?
I linked your post in my blog.

Tsu Yamato disse...

Maarin I truly think she is graduating because of her age and lack of perspective in this business. don`t think shitty management played a role because she has been there for 4 years already, she knows very well where she`s at.

regarding Amu and Tomoe, let`s wait. they are not officially out of the group yet and I will continue digging some info on Tomoe`s case. might write about it in some days.